O hálux valgo, popularmente conhecido como joanete, é o desvio lateral do hálux ( “dedão”) com consequente deformidade na borda interna do pé. 

   Ele está relacionado a fatores genéticos e uso de calçados inadequados, como por exemplo de salto alto e bico fino, e por isso é muito mais frequente em mulheres, numa proporção de até 15 para 1. 

   A queixa principal do paciente é geralmente de dor na eminência medial, que é a “joanete" propriamente dita. Associado à deformidade do hálux pode haver diversas outras alterações, como por exemplo deformidades dos dedos menores, calos, neuromas de Morton ou joanete de Sastre, que é quando a deformidade ocorre no dedinho. A presença de calos plantares pode indicar metatarsalgia, que é a dor na região das cabeças dos metatarsos e pode ser causada pelo hálux valgo quando há uma transferência de cargas na região.

   A avaliação geralmente inclui, além do exame físico completo dos pés, uma radiografia com carga para determinar o grau da doença.

   Por ser uma deformidade óssea, o tratamento geralmente é cirúrgico. Pode ser tentado o tratamento conservador com o uso de órteses e adaptação dos calçados, mas esse é um tratamento apenas sintomático, não corrigindo a deformidade e nem evitando que ela progrida.

    Existem diversas técnicas cirúrgicas para o tratamento do hálux valgo, tanto abertas quanto minimamente invasivas, e o especialista em pé está apto a avaliar qual a melhor opção para o seu caso. A cirurgia de joanete evoluiu muito nos últimos anos, tornando sua recuperação bem menos limitante. Marque uma consulta e tire suas dúvidas!

Hálux valgo (joanete)

Dra. Thais Buchaim Said

CRM 128971 - TEOT 12344

Ortopedia e Traumatologia

Cirurgia do Pé e Tornozelo

  • LinkedIn Clean Grey
  • logo frade said
  • Facebook Clean Grey